Domingo, 5 de Julho de 2009

Algo em falta

Estava hoje a pensar a dualidade que é a vida, ou melhor, a minha vida. Se por um lado estou numa busca intensa da felicidade e da paz interior sinto que a todos os momentos sou tendado a sair momentaneamente dessa busca. Ás vezes noto isso em coisas bem simples, como por exemplo na maneira de falar ou de estar.

Á pouco estava a falar com o meu irmão e falei de um modo mais agressivo por uma coisa completamente estupida. Noto que isto acontece muitas vezes e em muitas situações. É dificil controlar estes impulsos sendo que passo toda a semana a ouvi-los duranto o trabalho e mesmo aqui em casa. Gostava sinceramente de me sentir mais e paz e não me deixar influenciar por esses estimulos externos. De sempre que falá-se ou interagisse com alguem que se notá-se essa procura que estou a fazer e a alegria que pretendo transmitir.

Sinto que falta algo. Uma mudança mais profunda. Um acontecimento mais marcante. Algo que me faça criar escudos contra o que não quero conscientemente.  Talvez estava a tentar mudar muita coisa muito rápidamente....

" A tua alma é o mundo inteiro"

 

in "Siddhartha" de Hermann Hesse

 

P.S. - Este fim de semana fiz a minha primeira sessão de Reiki a outra pessoa. Os comentários foram positivos e ela gostou do que sentiu. É realmente importante para mim ouvir isso. :) Espero ter mais oportunicades brevemente.

sinto-me: Pensativo

publicado por FilipeP às 21:03
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De Rosalina a 6 de Julho de 2009 às 12:14
Creio que não é possível sermos o que queremos ... sempre.
Por vezes tb sou agressiva na atitude e palavras, em especial com os mais próximos - familiares. Mas constato que com o passar dos anos sou menos. Fico feliz! Afinal envelhecer torna-nos melhores :.)
Abraço, lindo!


De FilipeP a 6 de Julho de 2009 às 12:20
Pois.... Eu acho que é possivel. Já o vi em outras pessoas, logo sou obrigado a acreditar.
É tudo uma questão de luta interior. Isso é algo com que ando a lutar diariamente. Nem sempre sou bem sucedido, mas continuo a esforçar-me por isso. Gostava de um dia chegar a esse ponto... A ver vamos


Beijocas e continuação de boas férias


De So Much More a 6 de Julho de 2009 às 12:42
"Não existe caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho."
É difícil combater o que nos envolve, mesmo sendo contra a nossa postura perante a vida, mas não é impossível.
Quando és mais agressivo, pede desculpa. O perdão e a compaixão são dois sentimentos que, quando nos são dirigidos e temos o coração puro, nos fazem mudar.


De FilipeP a 6 de Julho de 2009 às 21:46
Sim tens razão. Tenho de me esforçar mais um bocadinho para me controlar. Pode ser que com o tempo isso comece a ser cada vez mais interior. O teu concelho parece-me muito valorizável :)
A felicidade é mesmo o caminho.

Beijinho


De fairyland a 6 de Julho de 2009 às 14:31
hà alturas assim, em que parece que falta qualquer coisa, em que sentimos que ainda não chegamos bem onde queriamos...mas eventualmente chegamos.
E tu chegas, certamente!
Aposto que não vais desistir de tentar, certo?

Ah, e afinal havia mais qualquer coisa para contar, pois era?
Como é que te esqueceste?!!
Estou tão triste contigo, nem te digo nada!!
Uma coisa tão importante e nem te lembras!!!
Só há uma forma de compensares essa falha!!
Mailsinho com tudo o que é promenor, vá!
E é pra já, faxavor

Beijoca lindinho

Ps- Boa!! ainda bem que correu assim bem!!
também quero!!
hehehe



De FilipeP a 6 de Julho de 2009 às 21:51
Hello lindinha
Claro que nao que não vou desistir e sabes, só o facto de estar mais desperto para isso faz-me olhar as coisas com mais calma e ponderação.... Ás vezes falar com os amigos ajuda muito

Pois foi... nem me lembrei de te contar isso do reiki. Eu conto tudo ao pormenor

E eu quero dar a toda a gente.... tenho de por um anuncio para dar reiki ao mundo hehehe. Ok... posso começar por ti

Beijoquinha


De espaço da raquel a 6 de Julho de 2009 às 20:23
todos passamos por isso, existem alturas na vida que parece falta algo, insatisfeitos?? pois não sei mas por vezes acho que sim, tentamos ter o que muitas vezes dps de conseguir não tem AQUELA importancia, nunca te aconteceu?
Ah, já agora, parabéns pela Tu vitória é sempre bom, dar-mos algo bom a alguém, ainda bem que correu beijussssssssssss


De Caminhando... a 7 de Julho de 2009 às 22:08
Olá amigo Filipe!
É realmente incrivel o poder que o mundo exterior tem em nós!
Estando num ambiente "stressante" é perfeitamente legitimo que te sintas também assim, tendo em conta que são essas as energias que absorves. Estando num ambiente de mais calminho tendes também a ficar mal calmo.
Por vezes chateio-me e, penso que é isso que sentes, pelo facto de tentar ter uma desterminada postura, uma determinada maneira de estar e, o extreior consegue por-nos no mesmo barco que ele e bem que se pode tentar remar contra a maré mas custa...

Beijinhos para ti


De FilipeP a 8 de Julho de 2009 às 09:46
Olá Joana
É exactamente assim que eu me sinto. Por natureza sou uma pessoa calma e ponderada, mas o trabalho tira os seus dividendos e ao fim do dia tenho de me esforçar mais um bocadinho mais para manter a mesma paz de espirito e a mesma calma. Gostava de encontrar aquele equilibrio que permite que não seja efectado por esses factores. Não sei se é possivel

Beijinho grande para ti também


De Selene a 9 de Julho de 2009 às 11:13
O problema não é teu. Tu fazes o melhor que sabes e podes. O problema é o que te rodeia. Nós respondemos a a estímulos, foi assim que crescemos e aprendemos até ao que somos hoje. O meio tem inevitavelmente influência em nós.
Por isso, apenas posso dizer-te que não desanimes, que continua a ser forte e a fazer o que achas correcto e te transmite paz.
Eu não acho que precises de uma mudança transcendente, até porque acho que já a fizeste à tua maneira. A sensação de que falta algo, que algo nos escapa está latente em nós, também sinto isso.
Isso é medo de falhar, medo de errar e de não ser suficientemente capaz. Mas tu tens sido capaz, és capaz e continuarás a ser. Sabes como sei? Porque és uma excelente pessoa com valores e com um bom coração.


De FilipeP a 9 de Julho de 2009 às 13:37

Sabes, eu acho que quanto mais aprendemos mais estamos despertos para a realidade e mais temos consciencia de onde queremos chegar. Neste momento sei onde quero estar daqui a uns anos, mas ainda não sei como lá chegar. Talvez o caminho se volte a mostrar, como se mostrou até aqui.
Por outro lado não consigo manter estável toda a energia e felicidade com que acordo de manhã. É como dizes, o meio influencia-nos muito :) Mas acredito que vou conseguir lá chegar... pode custar, mas vai acontecer.



De Selene a 10 de Julho de 2009 às 10:16
Eu vivêncio essa experiência de aprender mais de outra forma. Sinto que quanto mais aprendo menos sei. E não tenho bem a certeza de onde quero estar daqui a uns anos...
Mas confirmo o que dizes, o caminho vai-se mostrando...
Claro que vais conseguir chegar lá!


Comentar post

.mais sobre mim

.Mirones

Free Counters

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. E mais um sonho :)

. Mais um dia

. Conto 1

. Onze minutos

. A ilusão das lâmpadas eco...

. O que comemos é o que pen...

. Nem tudo é o que parece.....

. A ignorancia é felicidade

. Questão

. Horta de varanda

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Apoio

Partido pelos Animais e pela Natureza
blogs SAPO

.subscrever feeds