Sábado, 21 de Maio de 2011

Cura interior

"Quando uma doença é curada, a verdadeira cura não ocorre quando o corpo recupera, mas quando a pessoa ganha forças e capacidade para enfrentar novos desafios"

                                                           "Friot Capra"

 


publicado por FilipeP às 19:55
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Caminhando... a 22 de Maio de 2011 às 00:28
Muito bonito este pensamento!


Beijinhos para ti


De FilipeP a 22 de Maio de 2011 às 11:32
:) é mesmo Joana.

Beijinhos para ti também


De Ivete a 22 de Maio de 2011 às 01:21
Pensamento interessante!!


Bom domingo :))


De FilipeP a 22 de Maio de 2011 às 11:33
Olá Ivete

É sem dúvida. A cura de algo não é só fisica. É essencialmente interior também.

Um bom domingo para ti. :)


De espaço da raquel a 27 de Maio de 2011 às 16:56
Infelizmente, nunca se recupera totalmente


De FilipeP a 28 de Maio de 2011 às 10:03
Humm, tenho que discordar. No sentido em que muitas vezes quando se recupera renasce uma pessoa nova. Um ser muito mais humano e sensível que estava adormecido dentro de nós. Um ser que olha para a vida e para os outros com outra compaixão. Um ser que nunca iramos descobrir se não passasse-mos por essas más experiências. 
Como diz o Dailai Lama. "Afortunados daqueles que sofrem, porque lhes foi dada a oportunidade de encontrarem a aluminação"

Beijos e bom fim de semana.


De espaço da raquel a 30 de Maio de 2011 às 00:34
talvez assim seja.
mas falo pela minha experiência, somente pelo que passei ultimamente,  e posso dizer-te que não melhorei como pessoa, pelo contrário.
palavras como: revolta, amargura, preocupação e tristeza, nunca estiveram tão presentes na minha vida como agora.


um beijo grande


De FilipeP a 30 de Maio de 2011 às 08:39
Eu percebo-te. Mas isso acontece porque ainda não conseguis-te ver o lado positivo do que se passou. Precisas libertar-te desses sentimentos negativos e olhar para a experiência de uma maneira positiva. Tenho a certeza que agora há muitas coisas que olhas de maneira diferente, não? :)


De espaço da raquel a 30 de Maio de 2011 às 22:49
mais sinceridade ainda e acima de tudo, vou ser-te ainda mais franca do que tenho sido.
não, de facto não devo ter aprendido nem retirado nada de bom. e mais uma vez digo, de positivo, tive muito pouco, e não sei se algum dia vou ter, vivo com o coração nas mãos , sempre preocupada e ansiosa, para que não aconteça nada outra vez, nem tenha de passar por tudo o que passei desde junho de 2010, o dia que marcou para sempre a minha vida e da maneira pior possível


De FilipeP a 30 de Maio de 2011 às 22:56
pois.... acho que exagerei ao tentar extrapolar as experiências que conheço e a minha para a experiência de todos. Talvez algumas coisas sejam complicadas demais para lhes conseguirmos retirar algo de positivo assim de repente. Apesar de acreditar que tal é possível também sei que é dificil.
Espero que um dia consigas ver isso e encontrar alguma lógica e razão de ser do sofrimento.

Boas energias para ti menina Raquel


De espaço da raquel a 31 de Maio de 2011 às 11:48
TALVEZ SIM, quando estiver menos amargurada e triste
XUAC


De FilipeP a 31 de Maio de 2011 às 13:36
Liberta-te dessa coisa da amargura.   Se reparares não te traz felicidade nenhuma.


De espaço da raquel a 31 de Maio de 2011 às 15:27
se o conseguisse


Comentar post

.mais sobre mim

.Mirones

Free Counters

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. E mais um sonho :)

. Mais um dia

. Conto 1

. Onze minutos

. A ilusão das lâmpadas eco...

. O que comemos é o que pen...

. Nem tudo é o que parece.....

. A ignorancia é felicidade

. Questão

. Horta de varanda

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Apoio

Partido pelos Animais e pela Natureza
blogs SAPO

.subscrever feeds