Segunda-feira, 12 de Setembro de 2011

Um caminho

Os dias nem sempre são os mais agradáveis. Muitas vezes durante  o dia sinto que o trabalho que faço actualmente não é de todo o trabalho que foi talhado para mim. Não é que desgoste por completo. O que me afecta bastante são as relações entre as pessoas. A necessidade de as pessoas se enganarem umas ás outras para obterem beneficios. Como se fosse somente desta maneira que se consegue lucros. Não sei é uma coisa portuguesa, ou somente aqui na região, mas as pessoas são tudo menos sinceras e humildes. Isso é triste de ver e um bocado desgastante. Acho que ganhariamos todos se fossemos mais sinceros.

Paralelamente a tudo isto o que me move é a ideia de que isto é só um processo, um caminho para chegar a algum lado. Lado esse que faz sentir completo.

As terapias alternativas possibilitam muito mais do que somente umas massagens ou umas curas. Permitem uma recompensa interior muito grande. A sensação de ter ajudado alguém, de ter retirado dores e proporcionado bem estar é algo que não tem preço.

Ao mesmo tempo cada massagem é como se fosse uma meditação. No sentido em que o terapeuta para exercer correctamente ( do meu ponto de vista )  o seu trabalho tem de estar consciente a cada movimento e pressão de todas as sensações que o corpo do paciente transmite.

 

No meio disto tudo a conjuntura actual deixa-me com algum medo. Quando surgir a altura de mudar vai ser precisa muita coragem... Não é fácil deixar um emprego estável para seguir um sonho...

 

Até lá o momento actual é um caminho. {#emotions_dlg.smile} 


publicado por FilipeP às 21:50
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

Na terceira pessoa

 

Filipe anda numa boa fase. Anda feliz e tenta fazer os felizes os que o rodeiam. Afinal a felicidade é uma coisa que se transmite com facilidade. E aquela que nós damos mais tarde ou mais cedo acaba por voltar. Muito ocupado também. Com o curso a tornar-se mais exigente e sempre com outras coisitas para fazer parece que o tempo nunca chega. Os dias deviam ter 36 horas para ele.  Infelizmente existe uma certa falta de voluntários para a prática do shiatsu. Nem de graça as pessoas querem ??? 

Mas no meio de toda essa falta de tempo uma coisa é certa.. para os amigos ele tem sempre tempo. Até porque isso lhe tráz muita felicidade. 

 

Com o regresso tão esperado ao surf, Filipe tem ido ao mar com mais frequencia. Este fim de semana o mar estava um bocado revolto, mas ainda assim "deu para apanhar umas", ondas e quedas hehehe. Para quem não sabe o Filipe é um amante do mar e da praia. Deve ter sido peixe noutra encarnação. Talves golfinho 

 

Os projectos continuam os mesmos. E a busca da permanente paz interior vai perseguindo. Com algumas (pequenas) melhoras ao nivel do trabalho. Filipe agora consegue controlar melhor a lingua no trabalho e tenta transmitir sempre essa paz.

 

No armário do Filipe há uma tela. Ele está para pintar um quadro sobre o mar á muito tempo. Talvez á um ano, mas a falta de tempo e também de alguma imaginação tem travado esse projecto. Mas ainda assim ele lá está... á espera. Ele pinta melhor emoções e sentimentos. Ou pelo menos quando eles andam com ele.  

 

E agora Filipe vai ali fazer uns exercicios que lhe está  a doer o pescoço.

 

Boa semana para todos 

 

sinto-me: Porreiro pá
música: Jay Shree Krishna - Namasté
tags:

publicado por FilipeP às 19:59
link do post | comentar | ver comentários (45) | favorito
Terça-feira, 30 de Junho de 2009

Dia de coisas simples

A vida está cheia de coisas boas. Coisas simples que nós muitas vezes tomamos como garantidas e que não lhes damos valor. Muitas vezes porque estamos muito ocupados com os problemas da vida para a apreciar devidamente. Não sei se é uma questão educacional ou cultural, mas penso que nos ensinaram sempre mais a pensar nos problemas do que nas a sentir a felicidade. Seria bem diferente se nos tivessem ensinado o contrario não era?

Hoje no final do dia de trabalho fui dar um passeio á beira mar. Claro que ajuda a relaxar, mas hoje acima de tudo servir para dar me sentir agradecido por tudo que tenho. Senti-me feliz por poder pisar a areia, por poder ouvir o mar, por poder sentir a água nos pés, por poder cheirar a maresia. São coisas simples, mas tão importantes e que me fazem sentir tão bem.

 

E muitas das vezes são as coisas mais simples da vida as que nos fazem mais felizes, não é?

 

E para relaxarem nada melhor que eu partilhar uma musiquinha 

 

 

Muita paz 

FP

sinto-me: Feliz
música: Reiki Healing Waves

publicado por FilipeP às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (21) | favorito
Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

Fim de dia

Há dias que uma pessoa se sente surtuda.

 

Hoje sai do trabalho , cansado como sempre e com um daquelas dores de cabeça devido ao barulho das máquinas.

Fui a casa  agarrei um livro e dirigi-me para  a praia. Em 10 minutos estava lá. Imaginam como é bom poder estar tão pertinho da praia? E não de qualquer praia. De uma praia bonita e pacifica como é S. Pedro de Moel. A praia estava quase vazia. 2 pessoas passeavam pelo areal. Uma outra lia um livro sentada no seu carro á beira da praia e dois jovens sufavam umas ondas. O mar estava lindo. Um azul brilhante e transparente exactamente como eu gosto de o ver com umas ondas bem apetitosas. Devo dizer que fiquei um bocadinho triste por não poder ir ter com eles e juntar-me á surfada. Mas rápido passou e fiquei á beira da praia a sorrir com cada manobra e com cada vez que eles se punham em pé. Um dos jovens fazia longboard... adoro ver a suavidade e graciosidade das pranchas na água. Acabei por não ler o livrinho, mas foi um final de tarde bem bom, mesmo sem se avistar o sol...

 

Como é bom viver ao pé da praia

 

sinto-me: Especial

publicado por FilipeP às 21:14
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Segunda-feira, 16 de Março de 2009

Tu queres lá ver ....

 

E é o inicio de uma nova semana.

 

Eu que estava a pensar que iria começar no meu novo emprego hoje e tal não aconteceu.

 

Isto é uma situação um bocado estranha que eu passo a explicar: O meu futuro patrão "C"  tem negócios com algumas empresas do grupo em que eu trabalhava, inclusivê com empresa em que trabalhava. E como o "C" é uma pessoa com moral e valores no mundo empresarial (o que já por si é mt estranho) parece-lhe mal contratar-me logo a seguir a eu sair da anterior empresa para que não pareça que ele me "roubou" á empresa (que foi exactamente o que aconteceu ) e para não criar problemas com isso. Isto é um bocado estranho, mas depois de falar com o Sr. "C" até parece ter alguma lógica. Mas já lá vão 2 semanas. Claro que quando se souber que eu fui para a empresa do Sr "C" todos vão ficar a saber o que aconteceu e como aconteceu... mas vá lá dizer isso ao homem.... 

Na próxima quarta tenho uma reunião marcada com o Sr "C" espero que fique tudo resolvido.

 

Entretanto estou de férias forçadas, no inicio até sabia bem um descansozito mas quando chegar ao fim do mês isto vai ficar complicado porque € € € vai faltar.

 

 

 

 

Bem sempre posso aproveitar para ir á pesca... 

sinto-me: De férias
música: The sound of silence

publicado por FilipeP às 22:32
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Mirones

Free Counters

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Um caminho

. Na terceira pessoa

. Dia de coisas simples

. Fim de dia

. Tu queres lá ver ....

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Apoio

Partido pelos Animais e pela Natureza
blogs SAPO

.subscrever feeds