Quarta-feira, 21 de Outubro de 2009

A relatividade dos problemas

Hoje estava a ver um programa de tv e apercebi-me o quanto os problemas são relativos. São relativos em relação á sua dimensão, são relativos em relação á sua intencidade e são relativos á pessoa que os tem.

Apercebi-me o quando digo "doi-me o pescoço" que existem pessoas que não sentem nada do pescoço para baixo. Que quando digo "estou cansado do trabalho" há pessoas que desejariam ter um trabalho para se cansarem. Que quando digo que tenho problemas na vida muitas pessoas achariam-me sortudo. 

 

De facto a maioria de nós não tem grandes problemas. Tem é falta de soluções e falta de perspectiva. Eu incluo-me nesse grupo. Pois não consigo a toda a hora compreender a sorte que tenho em ter tudo o que me rodeia e deixo-me embrenhar nessa teia que são os problemas. 

 

Não sei se tem a ver com o ritmo frenético do dia a dia, mas ás vezes preciso parar para dar graças por tudo e especialmente pelas coisas simples.

 

Na realidade tenho tudo o que necessito para ser verdadeiramente feliz... EU

 

 

FP

sinto-me: Grato

publicado por FilipeP às 21:20
link do post | comentar | favorito
14 comentários:
De Marta a 22 de Outubro de 2009 às 09:18
Exactamente meu querido amigo,
E aqueles dias em que insistimos em termos problemas? "marramos" com tudo, refilamos e depois ficamos cansadissimos com tanta casmurrice.

Beijinhos


De FilipeP a 22 de Outubro de 2009 às 21:06
E há tantos problemas que depois de os resolvermos pensamos " afinal era só isto?". Andamos tantas ves preocupados e chateados com tantas coisas e provávelmente sem razões para tal. Mas vai-se aprendendo com o tempo.

Beijinho


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 35 seguidores

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. E mais um sonho :)

. Mais um dia

. Conto 1

. Onze minutos

. A ilusão das lâmpadas eco...

. O que comemos é o que pen...

. Nem tudo é o que parece.....

. A ignorancia é felicidade

. Questão

. Horta de varanda

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds