Domingo, 28 de Fevereiro de 2010

Planeta em sofrimento

 

O nosso planeta está a sofrer. Esta frase é algo que nos parecia distante á um ano atrás pelo distanciamento de todas as catástrofes que têm acontecido no nosso planeta. Mas o que temos observado últimamente é uma constatação inegável de que algo está mal. Todas as atrocidades que temos inflingido ao planeta no último século começam a ter repercursões.  Não sendo um pessimista tenho a consciência que todos estes terremotos, tsunamis, cheias, fogos e outras situações vão ter tendência a aumentar em numero e em intensidade. 

No meio disto tudo penso que a maioria das pessoas não tem consciência do que se está a passar na globalidade, e o quanto o  Homem está a esgotar este planeta. É só fazer uma pesquisa sobre o declinio de espécies de peixes no mar, ou sobre o numero de embarcações de pesca que existem no mundo,  para perceber que estamos a esgotar rápidamente algo que parecia inesgotável.

E a situação da Amazonia? Lembro-me que quando vi o filme Avatar pensei que era uma excelente analogia com o que se passa na  Amazonia; a destruição de algo natural e maravilhoso em troca de dinheiro.

 

Na realidade aquilo que nós podemos fazer para proteger o planeta é uma gota no oceano, mas uma vez que somos muito, seriam muitas gotas, e muitas gotas formam um oceano...

 

Gostava de um dia poder olhar para o mundo e ver uma comunhão entre o Homem e a natureza e especialmente uma comunhão entre os Homens. Que pudessemos viver todos em equilibrio e felizes. Até esse dia resta-me ir contribuindo com a minha gota sempre que possa.

 

Um bom domingo para todos

sinto-me: Pensativo

publicado por FilipeP às 12:13
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Marta Gil a 28 de Fevereiro de 2010 às 16:39
Sabes, Filipe, à uns anos para cá que sinto uma necessidade enorme de fazer algo mais. Mas é uma meta que nunca defini muito bem, nunca estabeleci as prioridades porque não sei porque pontinha se começar. Quer dizer, mudar o mundo é uma tarefa heróica e utópica. Mas se não existissem "sonhos", não havia concretizações. Digo eu ...
Olha não sei se já leste, mas aconselho-te a ler Thoreau. Tenho estado a ler (e reler) a obra Walden dele e tem completamente a tua cara. É um daqueles livros que se passa de geração em geração e só é pena não ter o prestígio de ser lido por todos, tipo crepúsculomania ou aqueles romances que passam nos anúncios de televisão de amores proibidos que acabam sempre bem. Mas a sociedade é mesmo assim ... em todo o lado.


De FilipeP a 28 de Fevereiro de 2010 às 22:06
Olá Marta.
Acho que o primeiro paço para mudarmos o mundo é mudarmo-nos a nós mesmos e a nossa maneira de nos relacionarmos com ele. Depois acho que mesmo sendo pequenos podemos fazer a nossa parte para ajudar. Se formos muitos talvez possamos fazer alguma diferença.

Vou ficar com esse titulo na memória. Já sugeriste bons livros, como o Siddharta ( que adorei ) portanto vou levar essa sugestão a sério :)
Beijinho


De Caminhando... a 28 de Fevereiro de 2010 às 21:32
Olá Filipe!
Tanto sentido que me faz este teu post...
Sabes o que acho terrivel? É que mesmo acontecendo todas estas catastrofes, o aquecimento global, a extinção de muitas especies, entre outras inumeras coisas, nós, Seres Humanos não temos a coragem e até a humildade suficiente para assumir que estamos a estragar o que de mais belo temos. Estamos a destruir o nosso habitat, o mundo que nos envolve e recebeu.

É realmente preciso que mentalidades se mudem mas há quanto tempo se anda a referir isso? Existe muita falta de sensibilidade e até ignorancia pois, não há por parte da maioria das pessoas a noção de que ao estragar o mundo estamos a estragar o Nosso Mundo e a fazer com que, os nossos descendentes não tenham a hipotese de testemunhar a tamanha beleza que este mundo tem e até a hipotese de viver de forma saudavel. Até quando durará este mundo? Pergunto-me por diversas vezes isto. Até quando? E infelizmente penso que daqui a poucos anos tudo se irá extinguir. E tanta pena tenho de ver isto.

Ah vi hoje com a Amiga Azul do Ceu o Avatar e tenho a dizer que Adorei.
Lembro-me do post que fizeste sobre o filme e, sinto e sublinho o que sobre ele disseste. É de facto lindissimo e muito actual.

Um beijinho e desculpa dar-te tanto para ler : )


De FilipeP a 28 de Fevereiro de 2010 às 21:51
Boa noite Joana
Realmente partilhamos a mesma visão em relação ao estado do planeta. E as pessoas não vêm porque não querem. Os pormenores são tantos, os avisos que o planeta dá e que o mundo estupidamente não quer ver. Talvez seja como muitos estimam, que o planeta não vai ser capaz de suportar isto durante muito mais tempo. Hoje estive a ver um documentário "Age of the stupid" que relata exactamente tudo o que acabamos de falar .

Viste o filme com a Azul ??? Que bom Já á tanto tempo que ela estava para ir... Realmente tem uma mensagem muito boa, não tem? Faz-nos pensar na nossa realidade. Lá está, talvez o mundo devesse aprender algo com o filme, mas a maioria das pessoas não percebe a mensagem.

Eu gosto muito de te ler, portanto nunca é demais

Beijinho grande


De espaço da raquel a 1 de Março de 2010 às 16:13
tou o mais possível de acordo contigo e com este teu post ... o que me assusta mesmo é que estando a acontecer todas estas catástrofes , o Ser Humano, mesmo assim, não pára e por breves minutos consegue pensar e sentir que está a estragar o que de melhor e mais belo temos, a VIDA, a TERRA.
Cada vez mais somos egoístas , arrogantes, e acima de tudo, continuamos com a mania que conseguimos controlar o que quer que seja, e isto sim, assusta-me.
deixo-te com um beijinho de amizade e desejo-te uma boa e calma semana.


De FilipeP a 1 de Março de 2010 às 23:13
É mesmo isso. O ser humano é estupido e ganancioso. E enquanto o dinheiro falar mais alto que o coração este mundo nunca poderá progradir na direcção correcta. E os avisos estão por todo o lado. Mas o dinheiro fala sempre mais alto, infelizmente.

Eu ás vezes tenho medo do nosso futuro. E do modo como eu vejo as coisas será ainda num futuro próximo que as coisas se poderão complicar mais.

É mesmo uma pena estarmos a destruir tudo o que de mais belo há neste mundo. Deixa-me um bocado triste isso. Acho que até mesmo as pessoas se deixam levar por todas as coisas que a sociedade oferece e se esquecem do que realmente é importante.

Um beijinho para ti também. E uma boa semana com muitos sorrisos


De espaço da raquel a 2 de Março de 2010 às 12:09
o ser humano é arrogante demais para perceber isso, infelizmente mas eu acredito que posso fazer melhor e dar mais e enquanto assim for, farei, mesmo que me digam que sozinha não mudo o mundo.
beijão grandão



Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. E mais um sonho :)

. Mais um dia

. Conto 1

. Onze minutos

. A ilusão das lâmpadas eco...

. O que comemos é o que pen...

. Nem tudo é o que parece.....

. A ignorancia é felicidade

. Questão

. Horta de varanda

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds