12 comentários:
De Ninááh a 4 de Março de 2010 às 11:54
Buuuuuuuuuuuh

Supresssaaaaaáááá

Volteiii

Vim disfarçada para não reconhecer me ihih


De FilipeP a 4 de Março de 2010 às 21:42
Oláaaaaaaaaa

Estás de volta? E é para ficares, desta vez?
Espero que esteja tudo bem contigo.

Beijocas


De Ninááh a 6 de Março de 2010 às 21:08
Qlarrooo qe tá!! pfff

Qe pergunta...

Eu sou sp assim
bjn


De Anónimo a 4 de Março de 2010 às 18:40
Comentário apagado.


De azuldoceu a 4 de Março de 2010 às 18:42
Apaga o comentario anterior, pois saiu de uma forma estranha...
Este é o correcto:

Falas em nos questionar-mos... eu então ando numa fase que parece que estou na idade dos porquês...
Ponho tudo e mais alguma coisa em causa, ando mesmo com a cabeça a mil... parece q não sei quem sou, nem o que quero...
Deve ter a ver com a mudança... :)
É com cada abanão, que a cabeça parece que anda toda destrambelhada...
bjocas


De FilipeP a 4 de Março de 2010 às 21:40
Então talvez seja exactamente como digo. É algo essencial para evoluirmos. Pensar no que sentimos é tão importante como pensar no que no nos rodeia.
Tenho a certeza que com o tempo e com todas as vivências que tens tido a verdade acabará por se revelar e ai tu poderás olhar para trás e sorrires feliz pelo caminho percorrido :)

Beijocas


De emma_leiria a 7 de Março de 2010 às 21:40
Boa noite miguito, realmente não é fácil não, mudar e mudar para melhor mexe com o nosso eu interior, é mesmo isso que dizes...questionar-mos, assumir as falhas, e tentar seguir o caminho da melhor maneira para alterar seja o que for que queremos mudar....boa viagem nesse caminho do teu eu interior miguito :):)
Beijokas


De FilipeP a 8 de Março de 2010 às 22:26
Miguita, acho que sendo muito húmildes temos de aceitar que somos espiritos imperfeitos á procura da perfeição. Sabemos muito pouco de tudo e só estando eternamente a evoluir conseguiremos um dia encontrar a "iluminação".

Não é um caminho fácil, mas acho que com as pessoas certas a ajudarem-nos conseguiremos lá chegar. :)

Obrigado e que a nossa amizade permita irmos partilhando esse caminho :)

Beijocas


De espaço da raquel a 9 de Março de 2010 às 02:02

vejo qq coisa de "mim" aqui.


De FilipeP a 9 de Março de 2010 às 21:18
E ves muito bem... Já estava para falar deste tema á algum tempo, mas tu foste como que a minha "Musa inspiradora". Despertás-te o tema em mim...

Que o tempo te traga essa paz que procuras, menina Raquel.

Beijocas e uma boa semana.


De espaço da raquel a 10 de Março de 2010 às 12:02

ahhh, olha pra mim toda vaidosaaaa
obrigada, vou encontrar com toda a certeza.
beijoca boa


De Caminhando... a 9 de Março de 2010 às 17:20
Olá amigo Filipe!

Antes deixa-me felicitar-te pelo bonito post.
Identifico-me bastante com a tua linha de pensamento.

Acredito que o primeiro passo é termos a noção de que é preciso mudar e começar a delinear estrategias para o fazer. Acreditar que ao mudar, estaremos a faze-lo para nosso bem, para que consigamos ver o mundo de uma melhor forma e conseguirmos no fundo dispormo-nos de forma a que o sol incida com maior intensidade.

Tal como tu, passei por uma grande mudança. Custa muito deitar abaixo bases enraizadas mas, tendo a noção de que ao mudar estaria a faze-lo para melhor, segui tal como tu.

Mudar é bom, faz bem ver o mundo de outra perspectiva. E tão mau que é quando sentimos que o mundo passa por nós e nós não o acompanhamos porque adoptámos uma atitude passiva. Esse é um dos alertas para a necessidade de mudança para mim.

um beijinho


De FilipeP a 9 de Março de 2010 às 21:15
Boa noite amiguita.

Antes de mais obrigado pelas tuas palavras.
Sabes que gostava de ter descoberto todas estas verdades mais cedo. Sei que de algum modo sou, tal vomo tu, um dos privilegiados que as conhece, as sente e as vive.
A vida tem destas coisas... as aprendizagens têm de aparecer por si. Todas têm um local e um tempo para serem.

E a grande verdade é que mudar custa muito. Tal como tu sentiste e eu também. Ou porque não sabemos o que havemos mudar ou porque dentro de nós há uma certa inércia e comodismo de procurar a felicidade no desconhecido.

É muito bom "ouvir" as tuas palavras.
Um beijinho e uma boa semana


Comentar post