Quarta-feira, 9 de Novembro de 2011

Porquê?

As pessoas deviam perguntar mais vezes "porquê":

 

-Porque é que uma coisa custa determinado valor.

-Porque é que a sociedade está como está.

-Porque é que as pessoas não são felizes.

-Porque é que cada vez as pessoas se isolam mais.

-Porque é os médiam divulgam o que divulgam.

-Porque é que as guerras acontecem no mundo.

-Porque é que a nossa vida é como é.

-Porque é que sofremos.

-Porque é que sentimos felicidade

-Porque é que sentimos as coisas de determinada maneira e não de outra

 

Acho que tentando responder a esta pergunta insessantemente chegaremos a respostas que nos iluminarão.

Na generalidade ganhariamos muito se parassemos para pensar, não só no que nos rodeia, mas acima de tudo naquilo que se passa debtro de nós mesmos. 

tags:

publicado por FilipeP às 21:56
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Marta M a 10 de Novembro de 2011 às 12:30

Sim, concordo, no que temos dentro e nos permitíssemos estar dentro de nós livremente. E depois fôssemos capazes de escutar o nosso coração, no silêncio e não com o olho no outro tentando perceber e copiar o caminho alheio..
Será que não se percebe que as formulas habituais estão gastas e falidas?
Concordo, novos porquês e espaço para novas respostas...
Abraço
Marta M


De FilipeP a 12 de Novembro de 2011 às 09:19
Olá Marta
Na minha perspectiva as pessoas aceitam tudo o que lhes é imposto sem reflectirem no porquê dessas imposições. Ao fazerem isso deixam-se levar por uma corrente colectiva de apatia social e interior. Precisamos todos de nos questionar sobre o que vai por dentro de nós e o que se passa por fora. Só desta maneira encontraremos as respostas que permitirão tornar a nova vida um lugar melhor e mais feliz.


Um bom fim de semana Image


De alma minha a 16 de Novembro de 2011 às 03:16
Fico feliz cada vez que vejo alguém PENSAR!
O que podemos fazer para habituar todos a pensar um pouquinho?
Todos correm, ninguém pensa...
Porque não perguntam nunca, e quando o fazem, não pensaram antes, não sabem como perguntar, nem o quê...
Obrigada por pensares.


De FilipeP a 16 de Novembro de 2011 às 08:44
É bem verdade. Acho que a sociedade vive em modo automático a maioria do tempo. Somos habituados a aceitar tudo como se fosse a verdade absoluta e não questionar nada.
 Isso nota-se até ao nível do ensino, que não incita as crianças a pensarem e a criticarem os que lhes é ensinado. E essa critica é essencial.
Obrigado pelo teu comentário :)


De alma minha a 16 de Novembro de 2011 às 19:40

Falas de ensino…

Tentei, há poucos dias, imagina, iniciar um debate sobre o que o nosso ensino DEVIA ser, o que devíamos alterar, para que se atingissem os objetivos… - as respostas que ouvi… basicamente, centravam-se em cadeiras, mesas, quadro, professor a instruir… fiquei desanimada! Esperava ideias de inovação, mas já ninguém questiona o que lhe foi sempre posto no prato…

J bloga muito, pensar é preciso!

Até um dia



De verdesperanca a 18 de Novembro de 2011 às 16:42
Concordo, o questionar as coisas é que nos faz evoluir e perceber o seu sentido.
Deveríamos manter a curiosidade da criança que tudo questiona e aprende mas também a sabedoria da experiência do adulto.
Muitas vezes as pessoas focam-se muito numa coisa, na sua vida, nos seus medos, nos seus problemas e não pensam no que estão a fazer, a sentir e no que está certo ou errado mas o mundo, a sociedade digamos que faz um bocado de propósito para que isso aconteça.
Temos de tomar consciência disso e dar a volta, só pessoas interessadas e que se questionam é que estão atentas a si e aos outros e são capazes de evoluir para outro patamar emocional.
Vem aí a nova era e precisamos do despertar das consciências.
Beijinhos doces.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 37 seguidores

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. E mais um sonho :)

. Mais um dia

. Conto 1

. Onze minutos

. A ilusão das lâmpadas eco...

. O que comemos é o que pen...

. Nem tudo é o que parece.....

. A ignorancia é felicidade

. Questão

. Horta de varanda

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds