Terça-feira, 24 de Março de 2009

Relações passadas e a amizade

Á pouco tempo li um post sobre amizade entre mamorados que se separaram. As opiniões dividiam-se entre os que achavam que é algo que é possivel e os que achvam que tal era impossivel e até inaceitável.

Eu por experiencia própria acho que é possivel. Para mim tem tudo a ver com a razão que levou as pessoas a aproximar-se e a conhecer-se. Se o que aproximou o casal foi a amizade e se foi essa a base da sua relação, acho que a amizade se vai manter mesmo depois de terminado o namoro. Se por outro lado a relação começou com uma paixão penso que haverá menor hipotese de se manter.

 

Mas a questão que eu queria colocar aqui é: no caso de se manter a amizade, quais são os limites para essa amizade?

Estou a convidar alguns amigos mais próximos para o meu jantar de aniversário e convidei a minha ex ( a qual tem namorado). Considero-a uma grande amiga,  apesar da distãncia ( temporal e fisica). Ora o meu convite teve uma aceitação negativa, o que eu compreendo, mas houve agressividade na resposta. Claro que o correcto seria ter convidado também o namorado ( algo que não teria problema nenhum ), mas acharia estranho e deslocado estar uma pessoa que mal conheço no meu grupo de amigos mais intimos.

Será que agi assim tão mal? No fundo só queria que os meus amigos mais próximos estivessem presentes....

 

Enfim estamos sempre a aprender....

 

Paz 

FP

 

 

 

sinto-me: Sempre a olhar para o mar
música: This is the life - Amy MacDonald

publicado por FilipeP às 21:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 17 de Março de 2009

Pensamento

 

 

 

 

Verdadeiro Amigo é aquele que faz com que uma conversa de uma hora pareça ter só 5 minutos e a desejar que tivesse muitos mais.

 

 

Aloha

FP

 

sinto-me: Happy, happy, happy
música: Use somebody - Kings of Leon

publicado por FilipeP às 14:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 12 de Fevereiro de 2009

Amizade ou nem por isso???

A palavra amizade é amplamente usada para descrever uma multiplicidade de sentimentos que nutrimos pelas outras pessoas. Mas o que é na realidade? Será o seu significado subjectivo, ou será algo que se pode descrever sussintamente ?

 

 

Eu chamo e considero Amigos  poucas pessoas. Estas são pessoas que além de serem importantes para mim sei que eu tenho também um espaço na vida delas. Que a minha vida seria bem mais vazia sem a sua presença e que a delas também seria diferente certamente. Partilhamos muitas coisas em comum, uma maneira de estar na vida e de olhar para o mundo muito parecida.

 

E as outras? Aquelas que pensamos que são amigas e que ajem como as anteriores e na realidade... será que são? A vida tem-me ensinado que as pessoas, conseguem fazer uma coisa incrivel que é modificarem totalmente a maneira de ser para agradarem a uns e a outros. Acabam á partida por destruir aquilo que é mais sagrado numa amizade , ou em qualquer tipo de relação... a sinceridade. Claro que a verdade mais tarde ou mais cedo vem ao cima e nessa altura descobre-se a verdadeira essência da pessoa por detras da aparência.

 

No fim parece-me que a amizade é algo que demora a ser cultivado. É uma pequena planta que nasce num nomento. Que vamos regando todos os dias, que cuidamos para não  murchar, com quem falamos para nos sentirmos bem, que nos ouve com alegria. E que só passado muito tempo temos a certeza que ela está com as raizes bem firmes. Nessa altura nem ventos nem tempestades conseguirão arrancar as suas raizes.

 

Filipe 

 

sinto-me:
música: Friend´s will be friends
tags:

publicado por FilipeP às 23:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

Reflexão

Tudo acontece por uma razão . Todas as tristezas, todos os desencontro e encontros. Todos os amigos que ganhamos e que perdemos, todos os amores e desamores. Todo o sofrimento por que passamos, todas as alegrias que usufruímos. Faz tudo parte de uma harmonia existente no universo, dominado pelo Karma. Tudo é reflexo de alguma coisa. Começando logo pela vida que é reflexo da união de duas pessoas, nossos pais. Tudo o que nos acontece no presente é reflexo dos nossos actos no passado. Todas as alegrias e todas as tristezas. Ao agirmos racionalmente, contra o que manda o nosso coração estaremos a contrariar o karma e mais tarde ou mais cedo , se continuarmos com essa prática teremos que pagar essas acções.


Precisamos ás vezes de nos distanciar de procurar a resposta para as perguntas. Não a resposta que vem do nossa mente, que vem deturpada por todo o “lixo” e influências que a sociedade coloca em nós, e controlada por todos os nossos medos,  mas a resposta que vem do coração. Essa distância permite-nos agir com claridez e ponderação. Permite-mos fazer a escolha certa de acordo com o que sentimos. Esta prática é essencial para atingirmos a felicidade. E sem ela andaremos permanentemente á procura de algo externo a nós para nos sentirmos felizes, quando a felicidade está na maioria dos casos sempre ao nosso alcance.


Seguir o nosso coração é o único verdadeiro caminho para a felicidade.

 


 

sinto-me: Pensativo
música: Within Temptation - Somewere
tags: ,

publicado por FilipeP às 21:58
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Adeus

. Post á amizade

. Importância de um mestre

. Quando um blog acaba

. Dia não

. Relações passadas e a ami...

. Pensamento

. Amizade ou nem por isso?...

. Reflexão

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds