Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

Porto seguro

É muito importante existir na nossa vida aquilo que se pode chamar de "porto seguro". Algo que seja imutável na sua essência e que nos consiga transmitir uma profunda sensação de paz e serenidade e que nos faça, ainda que por momentos, abandonar a nossa tristeza.
Para muitos é ir a um lugar de culto, para outros é estar em contacto com a natureza, para mim é definitivamente o mar. Por ser uma força da natureza com tanta energia, talvez mesmo até a mais forte, é impossivel não absorver alguma dessa energia quando se está em contacto com ele. É uma sensação que os surfistas conhecem como ninguém. Para mim é a forma mais profunda de comunhão com a natureza. A simples sensação de estar sentado na prancha com a ondulação a embalarme é só por si fantástico. Depois, na maior parte das vezes, nas horas que lá passo parece que todo o mundo desaparece. Não sei se é por estar ligado um bocado o "sentido de sobrevivência" mas o que me vai na mente é só a onda seguinte e a beleza que está á minha volta. Ás vezes fico a pensar que foi tal como uma boa sessão de meditação, pois o cérebro está maioritariamente focado num objecto.
Tenho a certeza que teria muito mais dificuldade em enfrentar e resolver os problemas e situações do dia a dia se não fosse esta ajuda preciosa.

sinto-me:

publicado por FilipeP às 21:05
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

Fim de dia

Há dias que uma pessoa se sente surtuda.

 

Hoje sai do trabalho , cansado como sempre e com um daquelas dores de cabeça devido ao barulho das máquinas.

Fui a casa  agarrei um livro e dirigi-me para  a praia. Em 10 minutos estava lá. Imaginam como é bom poder estar tão pertinho da praia? E não de qualquer praia. De uma praia bonita e pacifica como é S. Pedro de Moel. A praia estava quase vazia. 2 pessoas passeavam pelo areal. Uma outra lia um livro sentada no seu carro á beira da praia e dois jovens sufavam umas ondas. O mar estava lindo. Um azul brilhante e transparente exactamente como eu gosto de o ver com umas ondas bem apetitosas. Devo dizer que fiquei um bocadinho triste por não poder ir ter com eles e juntar-me á surfada. Mas rápido passou e fiquei á beira da praia a sorrir com cada manobra e com cada vez que eles se punham em pé. Um dos jovens fazia longboard... adoro ver a suavidade e graciosidade das pranchas na água. Acabei por não ler o livrinho, mas foi um final de tarde bem bom, mesmo sem se avistar o sol...

 

Como é bom viver ao pé da praia

 

sinto-me: Especial

publicado por FilipeP às 21:14
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 36 seguidores

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Porto seguro

. Fim de dia

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds